Desenvolvimento de aplicativos híbridos com o Flutter

Desenvolvimento de aplicativos híbridos com o Flutter

Primeiro vamos entender o que é um aplicativo híbrido. São aplicativos móveis construídos de maneira alternativa a nativa. Enquanto os nativos são criados utilizando as linguagens indicadas para cada plataforma (Kotlin ou Java para Android, Swift para iOS), os híbridos são construídos, geralmente, utilizando HTML + CSS + JavaScript. O Flutter utiliza o a linguagem Dart.

Mas quem é esse tal de Flutter? É o SDK de aplicativos para dispositivos móveis do Google, para criar interfaces nativas de alta qualidade no iOS e Android em tempo recorde. O Flutter funciona com código existente, é usado por desenvolvedores e organizações em todo o mundo e é gratuito e de código aberto.

A primeira versão do Flutter era conhecido como “Sky” e rodava sobre o sistema operacional Android. Ele foi apresentado em 2015 em um evento sobre a linguagem Dart, com o objetivo de ser capaz de renderizar de forma consistente em 120 quadros por segundo. O Flutter como conhecemos hoje foi anunciado em 2017 na Google I/O.

Estamos acompanhando o desenvolvimento do Flutter desde julho de 2018 quando ainda estava na versão beta. A versão 1.0 só veio a ser lançada em dezembro de 2018 e estamos utilizando em nossos aplicativos desde julho desse ano.

Alguns aplicativos criados com o Flutter

O Flutter permite escrever um único código utilizando a linguagem de programação Dart, e ao gerar o aplicativo para a loja, será transformado em código nativo – compilação ahead of time (AOT). E o fato da sua interface (campos de texto, botões, cards) ser criada em tempo de execução utilizando a biblioteca de gráficos 2D de código aberto Skia, dispensa a utilização de uma “ponte” entre o código e os componentes nativos para criação das telas.

O app não precisa de uma “ponte” para criar e manter o estado das telas.

Ao escrever um único código, o ganho de produtividade para desenvolver e manter um aplicativo é enorme. Não precisamos mais nos preocupar com as particularidade de cada plataforma, ter que criar uma aplicativo para Android na linguagem Java/Kotlin e depois ter que criar as mesmas funções para IOS utilizando a linguagem Swift. E quando for preciso modificar algo, incluir uma nova funcionalidade, ter que fazer as alterações em dois códigos. Tudo isso leva tempo.

E com o objetivo de continuar oferecendo um serviço de qualidade, diminuir o tempo de entrega de um projeto e consequentemente a redução do custo desse serviço, foi que resolvemos adotar o Flutter para criar os nossos aplicativos.

Fechar Opções
× Como posso te ajudar?